sexta-feira, 28 de Dezembro de 2012

"Comer para matar o cancro à fome" - William Li

"William Li apresenta uma nova abordagem para combater o cancro: angiogénese, prevenir o crescimento da rede de vasos sanguíneos que nutre os tumores. O passo fundamental (e o melhor): Comer alimentos que combatem o cancro usando o seu próprio método de desenvolvimento."



Lista de alimentos com propriedades anti-angiogénicas (do slide ao minuto 13):
  • Chá verde
  • Morango
  • Amora
  • Framboesa
  • Mirtilo
  • Laranja
  • Toranja
  • Limão
  • Maçã
  • Ananás
  • Cereja
  • Uvas vermelhas
  • Vinho tinto
  • Acelga chinesa /bok choybrassica chinensis
  • Couve "kale" / brassica oleracea var. achephala 
  • Grãos de soja
  • Ginseng
  • Cogumelos maitake
  • Alcaçus
  • Açafrão-da-terra
  • Noz-moscada
  • Alcachofra
  • Alfazema
  • Abóbora
  • Pepino-do-mar
  • Atum
  • Salsa
  • Alho
  • Tomate
  • Azeite
  • Óleo de semente de uva
  • Chocolate preto
  • Outros
Outros alimentos que ajudam a evitar e combater o cancro:
  • Cebola
  • Batata-doce, ipomoea batatas
  • Romã
  • Arando
  • Canela
  • Funcho (erva-doce)
  • Couve-repolho
  • Sementes de sésamo
  • Manjericão (basílico)
  • Tomilho
  • Tofu
  • Miso
  • Leite de soja
  • Sardinha
  • Camarão
Imagem obtida aqui
Veja mais alimentos anti-cancro em http://www.eattodefeatcancer.org/ e saiba mais sobre a angiogénese em http://www.angio.org/ua.php

Imagem obtida aqui

Entretanto, se quiser dar uso ao liquidificador e experimentar batidos verdes ou green smothies,  espreite umas dicas e receitas nos blogues O Arrumário, Más Allá del Gluten, Vida en tu Comida Batidos Verdes.

Sem esquecer a poderosa beterraba, e a receita do batido de beterraba, cenoura e laranja: 1 cenoura, 2 laranjas, 1/2 beterraba, água (a gosto, desde meio copo a mais de meio litro) - junte tudo no liquidificador e trate da sua saúde.

E se possível, prefira alimentos biológicos, especialmente se estiverem no grupo dos "mais sujos"!



6 comentários:

  1. Que belas dicas/sugestões.
    Obrigada.

    Bom 2013.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  2. Obrigada pela visita e comentário, GL :)

    Um abraço e um bom ano novo para si também!

    ResponderEliminar
  3. Olá Manuela!
    Muito interessante este tema!
    Continuo sem entender porque o ser humano em geral teima em atulhar-se de medicamentos em vez de repensar na forma de comer (e já agora de estar).

    Votos de feliz 2013!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana

      Julgo que é uma questão cultural/civilizacional! Mas aos poucos, ou por força de circunstâncias dramáticas, as coisas hão-de mudar!

      Beijinhos. obrigada e um ótimo 2013!

      Eliminar
  4. Infelizmente não há, ainda, nenhuma estratégia eficaz no combate à doença oncológica, apenas terapias que funcoonam umas vezes e não funcionam muitas mais. O grande ptoblema reside no facto de a medicina actual ainda não entender grande parte do fenómeno da doença oncológica. Por isso, face à mesma, age e reage "às apalpadelas". Para a indústria farmacêutica, por sua vez, a doença constitui-se como um filão extraordinário, o que em nada ajuda o prognóstico. Penso que só daqui a umas décadas, com a massificação da manipulação genética, a humanidade poderá vir a ter acesso a algum sucesso no combate à doença. No entretanto o seu efeito devastador só irá aumentar, implacavelmente, no mundo dito civilizado. Infelizmente.

    ResponderEliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.