sábado, 16 de outubro de 2021

Os europeus vão ser impedidos de escolher produtos livres de OGM?

Participe na consulta pública até 22 de Outubro


Os europeus vão ser impedidos de escolher produtos livres de OGM?

Esta será uma realidade, mas só se cruzarmos os braços. 
Se resolvermos enfrentar a situação ainda estamos a tempo de defender o principio da precaução e o direito de escolha dos consumidores e produtores.  Apesar de tudo a soberania alimentar ainda pode ser resgatada. 

Como se chegou aqui? As novas técnicas de edição genética (como a CRISPR/Cas) criaram uma nova geração de organismos geneticamente modificados - os Novos OGM que a indústria pretende que não sejam considerados OGM. Assim deixariam de ser regulados pela legislação da UE criada para os OGM e, ignorando o parecer do Tribunal de Justiça da UniãoEuropeiaem sentido contrario, continuam a pressionar a CE europeia para a desregulamentação. 

No final de Setembro, a Direção-Geral da Saúde e Segurança dos Alimentos publicou um texto explicando porque é que os Novos OGM não devem ser abrangidos pelas regras da UE para os OGM.

Com base em promessas de empresas como a Bayer e a Corteva, a CE invoca benefícios infundados dizendo que os Novos OGM contribuem para a redução dos GEE e da aplicação de pesticidas”. 

Tudo isto porque o sector da biotecnologia considera que os Novos OGM, e o patenteamento de genes a eles associado, são uma área prometedora de negócio da qual querem tiram o máximo lucro, sem considerar o que está em causa mesmo em termos de redução drástica da biodiversidade

O registo de patentes sobre os genes está a aumentar rapidamente, estima-se que haja já 20 000 registados dos quais 4 000 são humanos. A criação de bio-mercados nunca esteve tão próxima e nunca a privatização e mercadorização da vida foi tão longe. 

No entanto se a escravatura, que constituía a base da economia de altura, foi abolida também é possível impedir estas novas formas de rentabilizar os seres vivos. Ainda há tempo para mudar de caminho, mas temos de ser rápidos e empenhados. 

Participe na consulta pública até 22 de Outubro



Mais informação em: 

LEMBRE-SE: 
QUEM LUCRA COM OS OGM SÃO APENAS AS EMPRESAS QUE OS PRODUZEM!!!! 

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

Pelo fim da obrigatoriedade de instalação de rede de gás

PETIÇÃO à Assembleia da República 

Pelo fim da obrigatoriedade de instalação de rede de gás em habitação própria

   
 Numa altura em que o combate às alterações climáticas é crucial, sendo absolutamente necessário parar com o consumo de combustíveis fósseis , ou pelo menos diminuir drasticamente, se queremos alguns resultados, não faz nenhum sentido que qualquer pessoa que construa uma casa seja obrigada a instalar rede de gás, quer seja em terreno agrícola, quer seja em zona sem rede de gás, quer a pessoa não pretenda instalar. 

 
A Lei n.º 59/2018 - da Assembleia da República - veio obrigar a que TODOS os edifícios a construir para habitação tenham de ter rede de gás. Isto é um ERRO, e urge CORRIGIR!

A petição está aberta a assinaturas apenas até 24 de outubro de 2021.

Participe! Assine em:

quarta-feira, 29 de setembro de 2021

Os novos OGM


«O que são os Novos OGMs?

Nos últimos anos, foram desenvolvidos novos métodos de engenharia genética, baseados essencialmente nas seguintes técnicas:

  • Síntese de ADN artificial – a partir de um modelo natural ou não.
  • A capacidade de inserir ADN em localizações precisas praticamente em qualquer ponto do genoma, utilizando nucleases ou “tesouras genéticas”.
  • Cultura em laboratório de células extraídas de animais, as quais são depois manipuladas geneticamente e utilizadas para desenvolver embriões.
  • Manipulação da regulação genética (epigenética).



Estes novos métodos de “tecnologia de síntese genética” ou de “edição de genoma” são muito diferentes de tudo o que até agora se fazia em engenharia genética:

  • A estrutura de ADN que se obtém deixa de estar dependente de sequências de ADN já existentes na natureza. Pode ser desenhada em computador e depois sintetizada em laboratório, ou combinada em diferentes variações.
  • Por vezes, já não é necessário transferir ADN, uma vez que o genoma pode ser modificado diretamente na célula.
  • Nem sempre é necessário alterar a estrutura do ADN para alterar os organismos – isto pode agora ser feito manipulando a regulação genética.
  • Os novos métodos possibilitam alterações radicais do genoma, por exemplo, alterando a sequência de ADN em várias localizações-alvo ou inserindo material genético para o qual não existem modelos na natureza.

Para além disso, decorrem tentativas para criar formas de vida completamente novas – ainda que sem sucesso até agora.» 

Fonte (texto e imagens): Plataforma Transgénico Fora


Saiba mais sobre os elevadíssimos riscos dos OGM de 2ª geração com os exemplos da "mosca monarca", da abelha melífera e do tomate CRISPR, segundo publicações de 2020 e 2021, no artigo:

"A engenharia genética ameaça a subsistência das gerações futuras - Porque é que as novas técnicas de engenharia genética precisam de regulamentação rigorosa?

disponível em:  https://www.stopogm.net/novos-ogm-exemplos/

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Pelo fim da obrigatoriedade de instalação de rede de gás em habitação própria - PETIÇÃO à Assembleia da República

Numa altura em que o combate às alterações climáticas é crucial, sendo absolutamente necessário parar com o consumo de combustíveis fósseis , ou pelo menos diminuir drasticamente, se queremos alguns resultados, 

não faz  nenhum sentido que qualquer pessoa que construa uma casa seja obrigada a instalar rede de gás, quer seja em terreno agrícola, quer seja em zona sem rede de gás, quer a pessoa não pretenda instalar.

A Lei n.º 59/2018 - da Assembleia da República -  veio obrigar a que TODOS os edifícios  a construir para habitação tenham de ter rede de gás. O que é muito estranho, pois denota uma forte influência de lobbies...   Assim, e no seguimento da queixa enviada para a Provedoria de Justiça (referida aqui), criei a petição à Assembleia da República:

Pelo fim da obrigatoriedade de instalação de rede de gás em habitação própria

para a qual venho apelar à  assinatura, pois, apesar de poder ser submetida assinada apenas por um cidadão,  se for subscrita por um mínimo de 1000 cidadãos é, obrigatoriamente, publicada no Diário da Assembleia da República e os peticionários são ouvidos em audição na comissão. Se a petição for subscrita por mais de 4000 cidadãos, é apreciada em Plenário da Assembleia.

A petição está aberta a assinaturas até 24 de outubro ou até atingir 4000 assinaturas.

Participe!       Assine   aqui

quinta-feira, 2 de setembro de 2021

Como acalmar a voz interior (Eckart Tolle)

How to Calm the Voice Inside | Eckhart Tolle Teachings
(Selecionar legendas / traduzir automaticamente para português)
Rice up against hunger