domingo, 5 de abril de 2015

Em breve nos vossos pratos... voluntariamente ou à força!

"OGM, assalto à Europa" é um recente documentário de Paul Moreira que passou na SIC Notícias (em Toda a Verdade) no passado dia 24 de março, e que foi lançado em França (Canal+) em setembro de 2014.  O título original é:

"Bientôt dans vos assiettes! (de gré ou de force...)"
 (em breve nos vossos pratos! voluntariamente ou à força...)

Começa na Dinamarca, onde os porcos alimentados com soja transgénica estavam a ficar doentes com malformações congénitas e diarreia. Que desapareceram quando o pecuarista abandonou a soja transgénica.
Depois, os jornalistas seguem para a Argentina, onde essa soja transgénica, de origem norte-americana, é produzida massivamente, com massivas aplicações do herbicida glifosato (Roundup). Aí, testemunharam o aumento assustador do número de crianças deficientes nas povoações rodeadas por campos de soja transgénica, como concluiu um estudo elaborado por médicos argentinos, já que o governo nada fez ou faz.
E acaba em Bruxelas, onde as negociações do Acordo Transatlântico (TAFTA ou TTIP) pretendem acabar com a resistência aos transgénicos de países europeus, como por exemplo, a França.

«Daqui a cerca de 15 anos, as empresas de transgénicos terão vencido batalhas, umas atrás das outras, apesar da relutãncia dos cidadãos. Uma conquista do planeta que se fez em silêncio, sem imagens e sem grandes escândalos. Pelo menos até agora.»  (do filme)

Um bom documentário para esclarecer quem não está por dentro desta questão TÃO IMPORTANTE PARA TODOS.  E você? Já assinou a iniciativa de cidadãos europeus contra o  TTIP?



E veja aqui a explicação de quem percebe do assunto porque os transgénicos devem ser proibidos

4 comentários:

  1. Interessante blog/site, parabéns.
    Copiado post para http://luminaria.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Esta questão é extremamente preocupante...Vejo alguns movimentos contra, mas penso que não os suficientes...A humanidade está adormecida...
    Alguns países creio que estão mais despertos para esta realidade, Portugal parece-me que muito pouco...
    Eu que trabalho para um dos maiores cash and carry mundial (alemão) é com grande alegria que vejo que temos terminantemente proibido desenvolver qualquer artigo de marca própria que contenha transgénicos. Medida que os países latinos nem sempre entendem muito bem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana

      Tem toda a razão, é um questão demasiado preocupante, que passa ao largo à grande maioria. E nós portugueses, como em muita coisa, lá andmos na cauda

      Eliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.

Rice up against hunger