segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Portugal não quer arroz transgénico

Foi publicado hoje no Diário da República:

Recomenda ao Governo que rejeite a comercialização de arroz transgénico LLRice62
A Assembleia da República resolve, nos termos do n.º 5 do artigo 166.º da Constituição, recomendar ao Governo que:
1 — Manifeste claramente junto das instituições europeias a sua posição de rejeição da comercialização do arroz transgénico LLRice62;
2 — Accione a cláusula de salvaguarda e não permita a importação e comercialização deste arroz transgénico em território nacional, caso a União Europeia tome a decisão de a autorizar no espaço europeu;
3 — Apoie a produção de arroz convencional no País e promova o seu consumo, contribuindo para reduzir o défice da balança comercial dos produtos agrícolas.
Aprovada em 22 de Julho de 2010. O Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama."

Valeu a pena o esforço de divulgação e ter participado na acção no Porto em 17 de Abril!  Parabéns à Plataforma Transgénicos Fora!

6 comentários:

  1. Que bom! Se nao fosse a plataforma transgénicos fora, nao teria sido possivel. Estao mesmo de parabéns :-)

    ResponderEliminar
  2. ¡Menos mal que nos queda Portugal......!

    ResponderEliminar
  3. Olá Ecila

    É verdade, acho que o esforço deles teve muito peso neste Resolução.

    ResponderEliminar
  4. filomeno2006

    Realmente... obrigada pela visita :)

    ResponderEliminar
  5. esta é muito grave: a "jornalista" Dina Aguiar a fazer publicidade às frutas transgénicas em pleno telejornal Portugal em Directo (15set2010,19h) - http://ww1.rtp.pt/multimedia/progVideo.php?tvprog=19455&idpod - estou completamente chocado - e pagamos a emissora RTP com os nossos impostos para isto: para divulgarem transgénic...os, touradas, etc. - é um abuso, isto!

    ResponderEliminar
  6. Nitrofurano, logo que possa vou ver a peça, que agora não posso (são 24 min), pois até me custa a acreditar no que diz.

    ResponderEliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.

Rice up against hunger