quarta-feira, 22 de março de 2017

Ouro Azul

No Dia Mundial da Água 2017, volta aqui o  documentário Ouro Azul - As Guerras Mundiaisl pela Água (Sam Bozzo, 2008), que nos mostra uma visão integrada da situação dramática da água potável no mundo. 

Com testemunhos de Wangari Maathai,  de Ryan e de Vandana Shiva, entre muitos outros, vemos como o novo colonialismo das corporações (grandes multinacionais) tem uma sede de morte para privatizar a água

e como o o banco mundial desempenha o papel de lobo com pele de cordeiro nesta guerra! 

terça-feira, 14 de março de 2017

8

8 anos ...e foi um instante ... desde que nasceu o Sustentabilidade é Acção em 14 de março de 2009.

Que estes 8 anos de tempo dedicado a tentar informar para que se vislumbrem caminhos que nos levem a melhores futuros, tenha valido a pena, tenha mudado algo.

Aproveitando o momento, deixo-vos uma "prendinha", uma animação de Glen Keane, um dos principais animadores da Walt Disney, adaptada à música de Luísa e Salvador Sobral "Amar pelos Dois" (representará Portugal na Eurovisão 2017).


Salvador Sobral - Amar Pelos Dois (Duet by Glen Keane) from Creativehole on Vimeo.

E, cumprindo a já "tradição", em dia de aniversário agradeço aos que visitam este espaço, mantendo-o vivo, OBRIGADA e bem hajam!


Falta o balanço do costume,... depois de quase ter parado, de chegar ao milhão de visitas, parece que houve uma "recuperação" não sei como nem porquê...

  • 1.136.000 visitas, (488 mil Portugal, 276 mil Brasil e 151 mil EUA)
  • 923 seguidores através do Blogger 
  • 597 seguidores no NetworkedBlogs
  • 13080 seguidores na página Facebook 
  • 1308 seguidores no Twitter
  • 346 seguidores na rede Google+  
  • 1168 mensagens publicadas 
  • 6650 comentários
Obrigada e até já!

domingo, 12 de março de 2017

Nós e os outros (das relações e das diferenças)

Este post está preparado há um ano em meio (desde 10/09/2015), na altura não o achei oportuno ou teria outras coisas para publicar, e acabei por esquecer-me dele. Hoje fui ver os "rascunhos" (posts inacabados, 27), encontrei-o e achei que estava na hora de o publicar.

Imagem daqui
São extratos de textos que fui encontrando por aí, referentes às atitudes e relações de uns para com os outros, de forma direta, ou forma camuflada nas redes sociais, e de todos para com os "ismos " ou para com os donos do mundo.

*******************************************************************************************************************
1. "A minha cara metade", por Raquel Varela,  05/04/2014

(imagem obtida aqui)
«Há uma pandemia mundial em curso de narcisismo. Narcisismo não é vaidade. Um narcísico pode até ser discreto, calado e vestido de cinzento. Mas é uma pandemia insuportável. É o tipo que chega a uma reunião com mais 30 e pede para a próxima reunião ser mudada porque “ele tem uma consulta médica” – o que era o mundo sem ele!; é a mãe que diz com orgulho “o meu filho não faz nada sem mim” – um anormal portanto!; é o filho que quando a mãe lhe coloca a comida na mesa diz com esgar “não gosto nada disto” – tempos houve, os quais saúdo conservadoramente, que o tipo dizia “obrigada por teres feito o jantar querida mãe (mesmo que não gostasse)”; é o tipo que entra num sindicato e na primeira discordância, sem ter mexido uma palha, sai, e é o sindicalista que acha que é dono das decisões da organização; é o que entra numa associação e “esquece-se” mensalmente e sempre de pagar a quota – o financiamento colectivo que se lixe!; é o que estaciona em cima do passeio, o que atravessa um bairro a 50 km hora porque ele está atrasado para o trabalho e a criança que está a jogar à bola está a “atrapalhá-lo” – não é o seu filho porque ia ele preocupar-se!?; é a professora que despacha o trabalho dela para os alunos e os pais destes fazerem em casa; e são os pais que entram numa escola a gritar com a professora, sem sequer lhe perguntar o que se passou. 

Todos estes comportamentos têm em comum o desenvolvimento incipiente do superego, do não saber estar na pele do outro, do não querer estar na pele do outro – o outro, diria um humorista, “nunca ouvi falar desse”. É um comportamento para-sociopata, de gente que não consegue sair de si e acha que os outros são instrumentais ao seu bem-estar. É uma esmagadora ausência de resistência à frustração, um imediatismo de prazer quase animal (não socializado, portanto).
...
Piadas sérias à parte, o tema é grave. Os outros não são o preenchimento do nosso vazio, as relações são relações, de discordância, de debate, de diferença. O mundo está difícil. É aliás um barco a caminho do precipício, onde há uns tipos no convés e a maioria no porão. Mas desengane-se quem acha que vai ficar à tona – olhem para 1939-1945! Todos nos vamos afundar se não reagirmos organizadamente. Mas para reagir organizadamente temos que ser livres, e só há liberdade na diferença, na discordância, temos que re-aprender a viver com os outros na sua complexidade, na sua surpresa, e sobretudo com aquilo que é distinto de nós. Não precisamos de caras metades. Precisamos de gente inteira. »

Fonte: https://raquelcardeiravarela.wordpress.com/2015/04/05/a-minha-cara-metade/

*******************************************************************************************************************
2. "Aprenda a discordar usando a lógica do papel higiénico", por Wagner Brenner, 14/11/2013

(imagem obtida aqui)
«Por exemplo, o professor de sociologia Edgar Alan Burns, do Eastern Institute of Technology Sociology, usa esse truque no primeiro dia de aula. Ele pergunta aos seus alunos:
“Como vocês acham que o papel higiénico deve ser colocado?”
E nos 50 minutos seguintes, os alunos naturalmente começam a avaliar os MOTIVOS para suas respostas e acabam chegando sozinhos a questões sociais muito maiores como:
  • diferenças de papéis sociais entre homens e mulheres
  • diferenças entre comportamentos públicos e privados
  • diferenças entre classes sociais
  •  etc
São relações de construção social que nunca pararam para pensar antes, mas que agora, sem que ninguém os orientasse, conseguiram enxergar.
Sozinhos, começaram a raciocinar e perceberam correlações e fatos. E, principalmente, começaram a argumentar.
No dia-a-dia, quase nunca fazemos isso. Geralmente, tomamos um partido e passamos a defendê-lo de forma passional, enxergando só o que nos interessa.
Somos bons de discutir, mas ruins para argumentar. Piores ainda para mudar de ideia.»



Fonte: http://www.updateordie.com/2013/11/14/aprenda-a-discordar-usando-papel-higienico/

******************************************************************************************************************
3. "A Metáfora da Caixa de Bombom", por Clarion de Laffalot, 6/7/2012

«Vídeo de esclarecimentos para pessoas que só sabem pensar em sistema binário e raciocínio de manada, e ficam tentando "enquadrar" meus pensamentos em ideologias. »



Fonte: https://www.youtube.com/watch?v=UoZ_X8a47Oc

*******************************************************************************************************************
E para rematar, enquanto andamos entretidos com superficialidades, estamos bastante presos numas relações de que nem nos apercebemos, mas que nos dominam...
... de um velho parceiro das andanças da blogosfera:

4. Entreter para Dominar…, por Voz a 0 db, 09/12/2014

«Continuem então ENTRETIDOS… OS DONOS agradecem ;-) »


Fonte: https://taawaciclos.wordpress.com/2014/12/09/639/

*******************************************************************************************************************

quinta-feira, 9 de março de 2017

6ª Troca de Sementes de Famalicão, 12 de março

Já se sente a Primavera no ar, nas plantas e nos dias maiores... por isso,  está na época de partilharmos e trocarmos as nossas sementes para deitarmos à terra.

Assim, está na hora da Associação Famalicão em Transição promover, pela 6ª vez, a Troca de Sementes de Famalicão, que mais uma vez conta com o apoio da Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão para a cedência de espaço e logística.

Será no dia 12 de março, domingo, das 14h30 às 17h30, no Parque da Devesa (junto ao pórtico, acesso mais perto pela Entrada Cidade, junto à Central de Camionagem). Em caso de mau tempo, a Troca de Sementes será realizada na Central de Camionagem.


A Troca de Sementes visa contribuir para promover a nossa soberania alimentar, preservar a biodiversidade, evitar a extinção de variedades tradicionais, e manter as sementes livres, e não envolve compra ou venda de sementes, mas a troca ou cedência.

Estará lá também o nosso associado Paulo Lima para dar a conhecer o projeto SÁBIO - Sustentabilidade Ambiental Biológica, que visa a produção de adubo orgânico natural a partir dos resíduos orgânicos domésticos e através de recolha porta-a-porta, em Famalicão. Posteriormente falaremos aqui desse projeto.

Estão todos convidados,  a participação é livre e gratuita. Apareça, traga as suas sementes, estacas ou pequenas planta para partilhar e trocar.


(Mensagem idêntica à publicada no blogue Famalicão Melhor em 1/3/2017)

quarta-feira, 8 de março de 2017

HUMAN - Entrevista com Aida (Senegal)

No Dia da Mulher, trago aqui Aida, numa entrevista para o indispensável  filme HUMAN (2015) de Yann Arthus-Bertrand.

«Aida trabalha no lixão de Mbeubeuss (Senegal). Seu trabalho é de triagem do lixo: sapatos, retalhos de tecidos... E ela tem orgulho do que faz já que o trabalho lhe permite ganhar a vida e ser uma mulher independente.» (daqui)


sábado, 4 de março de 2017

O mundo por Mujica: Alterações Climáticas



José "Pepe" Mujica, ex-presidente do Uruguai, vê o mundo com uma clareza e independência muito pouco usual na classe política. Enquanto foi presidente, Mujica doou 90% de seu salário mensal para obras de caridade. O que diz, é o que faz!

Desde setembro de 2016, Mujica tem deixado mensagens gravadas em vídeo à América Latina e ao Mundo.   São alertas aos maus caminhos seguidos, num programa "Conciencia Sur" da DW, legendados em português pela DW Brasil.

Esta mensagem, sobre as alterações climáticas, é a 10ª. Vale a pena ouvi-lo!

sexta-feira, 3 de março de 2017

Escolas Inovadoras, Plantas Invasoras e Troca de Sementes, em Famalicão

Se vive perto de Vila Nova de Famalicão, pelos próximos dias tem eventos interessantes em que pode participar, contribuindo para a transição, para uma comunidade e um ambiente mais sãos, nos temas da educação, biodiversidade e soberania alimentar:

Dia 7 de março, Palestra "ESCOLAS INOVADORAS" com  o Professor José Pacheco
Às 21h00,  no Auditório da CESPU, (perto da Central de Camionagem)


A terceira sessão do ciclo "Educação em Transição", promovido pela Associação Famalicão em Transição, traz a Famalicão o Professor José Pacheco, mestre em Ciências da Educação e idealizador da Escola da Ponte, que coordenou de 1976 a 2011, escola que se destaca pelo projeto educativo que se baseia nos valores da autonomia, solidariedade, responsabilidade e democraticidade (daqui).

Participação gratuita, com inscrição obrigatória (até dia 6/03) em: http://famalicaomelhor.blogspot.pt/p/inscricoes.html

Mais informações aqui.


Dia 10 de março"PLANTAS INVASORAS" com Dra. Elizabete Marchante.  Na Casa do Território, Parque da Devesa

Plantas invasoras são plantas não nativas de forte crescimento que podem causar impactes ambientais e económicos muito negativos, de resolução difícil e cara, e, por vezes, irreversíveis. 

Assim, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão (via Parque da Devesa) promove duas sessões  sobre  este tema com a coordenadora do projeto INVASORAS.PT, Dra. Elizabete Marchante. 

Mais informações aqui.

Workshop “Plantas invasoras: prevenção e controlo"
15h00-17h30, destinado a técnicos, operacionais e outros interessados
Gratuito, sujeito a inscrição prévia em goo.gl/tNamg6 (inscrições limitadas)

“Devesa Esclarece: Plantas invasoras”
21h00-23h00, destinado ao público em geral
Gratuito, entrada livre


Dia 12 de março"6ª TROCA DE SEMENTES DE FAMALICÃO"
Das 14h30 às 17h30, no Parque da Devesa (ou na Central de Camionagem em caso de mau tempo)

A Troca de Sementes, promovida pela  Associação Famalicão em Transição, visa contribuir para promover a nossa soberania alimentar, preservar a biodiversidade, evitar a extinção de variedades tradicionais, e manter as sementes livres, e não envolve compra ou venda de sementes, mas a troca ou cedência. 

Participação é livre e gratuita.   

Mais informações aqui.

quarta-feira, 1 de março de 2017

LIXO: um problema global! (Trashed)

O documentário "Trashed" faz reflexões acerca da nossa consciência ambiental e dos impactos que causamos na Terra. Aborda não apenas a questão da produção do lixo, mas também o destino dos resíduos e a sustentabilidade.  

O ator britânico Jeremy Irons percorre o mundo para investigar os danos causados à natureza pelo volume de lixo produzido atualmente e como cada pessoa pode ajudar a evitar que a Terra se torne uma grande lixeira (daqui). 

O filme de 2012, com o título em português "Lixo, um problema global" ou "Trashed: Para onde vai nosso lixo", dirigido por Candida Brady, alerta para a necessidade de serem encontradas novas soluções,  motivando o espectador a fazer a sua parte, começando por evitar o uso de sacos plásticos e separar o material reciclável dentro de casa.

Veja o documentário abaixo, fique com alguma noção da dimensão do problema, e faça menos lixo. Sobretudo, consuma menos coisas, não se deixe influenciar por modas, use menos embalagens, e separe os resíduos.

"Se pensa que o lixo é problema de outra pessoa... pense de novo"