quinta-feira, 4 de agosto de 2016

A gastar por conta dos netos

No dia 8 de agosto de 2016 ocorre o "Earth Overshoot Day" de 2016, ou Dia de Sobrecarga da TerraHá mais de 40 anos que estamos em dívida com a Terra e com as gerações futurasE cada ano que passa, a dívida aumenta, e o Dia da Sobrecarga acontece mais cedo.

Os recursos que a Terra consegue regenerar um ano, a nossa espécie consome-as em 221 dias. A espécie humana consome 40% a mais do que a Terra pode produzir, do que a natureza pode repor. 

«Em palavras simples, temos que mudar radicalmente os padrões de consumo hoje praticados, entendendo que o paradigma de consumirmos sempre mais não traz bem estar e felicidade. Muito pelo contrário: destrói a capacidade de manutenção dos processos naturais e, do ponto de vista social, aumenta a desigualdade. ... Se é verdade que a Humanidade ultrapassou a capacidade dos complexos ecossistêmicos de continuar a prover serviços ambientais e seus correspondentes recursos naturais, também é inegável que existe em curso uma revolução de valores e imposição de novos estilos de vida. Isso configura a esperança de que a nossa geração será capaz de deixar um legado de dignidade e sustentabilidade.»   
Fonte: Fabio Feldmann, em Museu do Amanhã

Biocapacidade do nosso planeta representa a totalidade de recursos naturais e serviços dos ecossistemas que a Terra consegue regenerar num ano; 
A Pegada Ecológica Global representa a totalidade de recursos naturais e serviços dos ecossistemas que a espécie humana consome num ano. 
Dia da Sobrecarga da Terra ou "Earth Overshoot Day", calcula-se dividindo a biocapacidade do planeta pela pegada ecológica mundial, e multiplicando pelo nº de dias do ano;

Atualmente, a Pegada Ecológica Global é 1,6 vezes superior à Biocapacidade da Terra. Isso significa que precisamos de 1,6 planetas para sustentar a existência da nossa espécie.

É preciso que as pessoas se preocupem mais em viver do que em consumir.  

É preciso repensar o nosso modo de vida, e analisar quanto do que usamos é supérfluo, e mudar.

Urgentemente!

4 comentários:

  1. Podemos começar a mudar 'Amanhã'?

    Abr
    voza0db

    ResponderEliminar
  2. "...é inegável que existe em curso uma revolução de valores e imposição de novos estilos de vida. Isso configura a esperança..."

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Rogério, fiquei na mesma... ou melhor, pior!

      "...existe em curso uma revolução de valores..." Qual? Onde?

      "...imposição de novos estilos de vida..." quem está a impor? Imposições nunca funcionaram no passado, não vejo como podem funcionar no futuro!

      "...esperança..." E cá está a magnifica. Vamos lá esperar.

      Sei que estás a citar o bacano só não compreendo o motivo.

      Além de que, bastou-me uma visita a um dos sítios de uma das organizações que o advogado/político/ambientalista tem, para verificar que é apenas e só mais um!



      Eliminar
  3. Não sei se vai a tempo para a maioria, não sei se vai a tempo para a humanidade, mas sim, há muitas pessoas e muitos casos de mudança no bom sentido, que nos dão esperança. Espero viver com essa esperança, ainda que ténue, até ao fim dos meus dias, pois só ela me dá a vontade de viver essencial para fazer parte da mudança. Sem ela, nada valeria a pena!

    ResponderEliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.