quarta-feira, 13 de Fevereiro de 2013

"The Dark In Me"

Será que devemos ficar de braços cruzados enquanto o mal singra? Ou será que devemos ir à luta?

Uma visão jovem da questão na curta metragem de Sue Alves (2012),"The Dark In Me":



(Desculpem o off-topic, a publicidade e a baba de mãe, mas o filme é da minha filha)

1 comentário:

  1. Minha Alma, entende de anjos
    Meu Contrário, entende de corpos
    Ficou para mim a incumbência de lhes explicar como tudo joga

    No fim, os três, formamos um consenso: a juventude está aí para se deixar ouvir, com a pele

    ResponderEliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.