domingo, 13 de janeiro de 2013

O Ciclo do Idiota - A verdade sobre o cancro

"Toda a gente deve saber que a 'guerra contra o cancro" é em grande parte uma fraude.Dr. Linus Pauling, vencedor de Prémio Nobel de Química e de Prémio Nobel da Paz

Com o título original "The Idiot Cycle", o documentário de Emmanuelle Schick, 2009, passou em duas partes na TVI24 entre Abril e Maio de 2012. "O documentário segue os maiores produtores mundiais de químicos: Dow Chemical, BASF, Bayer, Dupont, Astrazeneca, Monsanto, e como essas empresas, que fabricam e emitem substâncias químicas que provocam o cancro, também desenvolvem, produzem e investem em tratamentos do cancro, a doença mais lucrativa do planeta" (daqui)

"Eles fazem drogas que contaminam a nossa comida e depois fazem drogas para nos tratar"! Sim, são os mesmos!



11 comentários:

  1. Manuela,

    Ao longo deste anos todos, estou cada vez mais convencido que a maioria das substâncias provocadoras de cancro são as produzidas pela indústria agro-pecuária.

    E como referes, são essas mesmas empresa produtoras de químicos que depois encontramos na frente de produtos farmacêuticos para o combate do mesmo. Pura coincidência?

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Octopus

      Pois também estou cada vez mais convencida "que a maioria das substâncias provocadoras de cancro são as produzidas pela indústria agro-pecuária"!

      Coincidência? Não me parece... aliás parece que ultrapassa a esfera do oportunismo!

      Um abraço

      Eliminar
  2. “A mentira não chega a velha” Sófocles

    E a verdade anda por aí “à mão de semear”, basta querer saber, por enquanto...

    Ainda temos escolha entre: envenenarmo-nos um pouquinho ou envenenarmo-nos muito e “quem não sabe, é como quem não vê”

    Bjinhos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá aNaTureza

      À tua citação de Sófocles, respondo com a citação "Pode-se enganar a todos por algum tempo; Pode-se enganar alguns por todo o tempo; Mas não se pode enganar a todos todo o tempo.", ao que parece de Abraham Lincoln

      Beijinhos


      Eliminar
  3. Excelente documentário. Dá que pensar até onde vai a natureza humana e ganancia e quando começaremos a ser seres evoluidos com nocões de ética e auto preservação.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dá que pensar, mesmo, Ouvinte! Até onde vai não sei, mas já que estamos numa de citações, aproveito para citar Albert Einstein: "Duas coisas são infinitas: o universo e a estupidez humana. Mas, no que respeita ao universo, ainda não adquiri a certeza absoluta."

      Eliminar
  4. Olá Manuela...

    Se quiseres aproveitar e escrever uma mensagem para avisar a malta que está on-line um questionário sobre agricultura orgânica versus agricultura ogm para que os Cidadãos da Europa participem no debate... De certeza que há mais malta a ler o teu espaço que o meu!

    a ligação é esta http://ec.europa.eu/yourvoice/ipm/forms/dispatch?form=orgagric2013&lang=en en inglês

    e esta http://ec.europa.eu/yourvoice/ipm/forms/dispatch?form=orgagric2013&lang=pt em português

    Bjhs
    voz a 0 db

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Voz

      Já dei uma vista de olhos, e parece-me que aquilo está cheio de perguntas armadilhadas!!!! Depois vou ver com mais atenção e volto ao tema.

      Obrigada :)

      Eliminar
    2. Eu já respondi... E é verdade... O truque é que tentam fazer a associação entre "é mais barato" e OGM versus "quer pagar mais" e "agricultura biológica"...
      Resta ao pessoal estar de sobreaviso e responder não ligando à ilusão que tentam impor que o biológico sai mais caro... Se sai é porque há burocracia e certificações pagas a peso de ouro a mais...

      voz

      Eliminar
    3. Também já respondi, mas com muitas cautelas, por causa das armadilhas. Até parece que querem destruir a agricultura biológica! Em breve ponho aqui, agora vai mais um vídeo sobre os "belos" efeitos dos OGM

      Eliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.