sábado, 30 de junho de 2012

Vandana Shiva: 'Navdanya' - É nossa obrigação salvar as sementes


New Gift | Supriyo Sen from Focus Forward Films on Vimeo.

«Sabem quantos agricultores cometeram suicídio devido às sementes que compraram no mercado? Pensem ... 250.000!


'Navdanya', que significa 'Nova Dádiva' (New Gift), é um movimento que eu comecei em 1987.

Nós diremos Adeus aos químicos venenosos, nós praticaremos agricultura natural e biológica, nós teremos melhores colheitas com as nossas próprias sementes.

Na quinta Navdanya salvamos sementes, criamos bancos de sementes da comunidade. Temos mais 1500 variedades de sementes guardadas. É o local onde os agricultores vão buscar sementes gratuitas.

Navdanya é um movimento político para a defesa da diversidade na natureza e para a defesa do direito dos agricultores de terem sementes, pois esta liberdade foi-lhe tirada através das patentes, da engenharia genética e de monopólios de sementes.

Cultivar apenas algodão Bt não é prosperidade, é levar à morte. Cultivem algodão, cultivem-no de forma biológica, mas cultivem-no juntamente com alimentos para que as vossas crianças não tenham fome.

Estamos a ajudar os agricultores a ultrapassar aquilo que chamo a "monocultura da mente".

Hoje, as sementes tornaram-se a última arma. Quem controla as sementes controla a alimentação, portanto controla as pessoas, e não só as pessoas, controla a vida na Terra!

Qualquer lei que se interponha no caminho do dever ecológico, social e ético de guardar sementes, nós temos de desobedecer! »

Fonte: Tradução da maior parte da mensagem de Vandana Shiva no vídeo  acima. Imagens obtidas ma net.

2 comentários:

  1. ... e é quando se conhecem pessoas assim que se reforça um acreditar na humanidade.

    ResponderEliminar

Obrigada por visitar o blogue "Sustentabilidade é Acção"!

Agradeço o seu comentário, mesmo que não venha a ter disponibilidade para responder. Comentários que considere de teor insultuoso ou que nada tenham a ver com o tema do post ou com os temas do blogue, não serão publicados ou serão apagados.